Rei da Amazônia – Volume 1

Image O volume 1 de Bleher Discus – O Rei da Amazônia em linguagem Português já está disponível on-line. O primeiro volume de Heiko Bleher sobre o gênero Symphysodon e suas três espécies válidas finalmente chegou também no idioma Português, traduzido por Maria Claudia Gross um grande cientista brasileira doutor em os cromossomos de espécies de Symphysodon. O livro sobre os acará-discos chamado por muitos ao redor do globo “A Discos Bíblia” com 672 páginas e milhares de fotos e pinturas já está disponível on-line. Pela primeira vez na história todos são capazes de compreender a biologia natural e a distribuição do “Rei da Amazônia” corretamente – pesquisado na natureza por Heiko Bleher durante as últimas cinco décadas em mais de 330 expedições na Amazônia. Esta monografia monumental inclui também toda a história do Rio Amazônas a partir do seu início há milhares de anos até 2006. Pode-se ler sobre a história de seus descobridores, dos rios, afluentes e lagos, os peixes e as plantas – desde o primeiro descobridor e incluindo muitas das descobertas de Heiko Bleher de 1965 ate 2005. Todos os maiores afluentes do rio Amazonas, e cada cidade, vila e tribo indígeno é descrito em detalhes, as tradições e as culturas dos últimos, passado e presente. Este trabalho não é apenas para os amantes dos acará-discos e criadores, que encontrarão relatório detalhado de 250 populações de discos (e 400 outras espécies de peixes da Amazônia), com a sua descrição do habitat, parâmetros da água, a sua alimentação natural (em 80 páginas), mas também é um livro para todos aqueles que desejam conhecer a verdade e fatos sobre a bacia Amazônica, passado e presente. Este livro é uma obra completa para hoje e gerações futuras para compreender melhor o maior rio no planeta Terra e seu meio ambiente, bem como seus peixes …

Acará-disco de Bleher – Uma monografia
Um estudo insuperado e conclusivo do gênero Symphysodon
Se era o Imperador Napoleão ou o príncipe von de Metternich responsável pela descoberta original do acará-disco é algo que o leitor tem que decidir, mas o resultado disso são 1300 páginas de trabalho – publicado em dois volumes – que estão  longe de ser ambivalente. No Volume 1 – contendo 5000 fotografias, pinturas, desenhos e mais uns 50 mapas – Heiko Bleher, em primeiro lugar, guia você por mais de  150 anos de descoberta, documentados com os maiores detalhes. Ele mostra a vida de todos os cientistas que trabalharam no gênero – em parte  com trabalhos inéditos e fotografias – e, depois da quase meio século debatendo a sistemática do gênero, provê um resumo taxonômico novo e de fácil entendimento. A distribuição do gênero e das espécies é mostrada, até o menor igarapé ou lago, em oito mapas em páginas duplas. Pela primeira vez, foi pesquisado no campo detalhes precisos sobre o tipo de água. No quarto capítulo, Bleher descreve todas as formas selvagens conhecidas (algumas inéditas) e suas variantes de cores, em palavras e fotografias – resultado de mais de 300 expedições de pesquisa e coleta.

 

ch-5-6-7_port.jpg      Discus e típico biótopo região do Purus (left). Peixes e biótopos de Coari região (right)

 

Os dados de localidade foram conferidos extensivamente no campo durante os anos, até 2005.  
No capítulo 5 ele guia o leitor pela história da Amazônia – desde suadescoberta – e conta extensivamente sobre a história primordial da região e as numerosas tribos indígenas (experiências pessoais entre os aborígenes).  Além disso, são descritos e ilustrados os hábitats naturais dos acarás-disco, com
parâmetros da água (medidos de dia e de noite) determinado para 75 locais diferentes; quase todos os principais rios da Amazônia, com detalhes de quais formas acontecem ou não em cada local, além se estarem  listados lugares que permanecem inexplorados.  Ele também detalha extensivamente – mais de 80 páginas – a dieta do disco na natureza, as comunidades das quais fazem parte (com espécies simpátricas  listadas) e seus predadores, como também os vários métodos de captura usados desde
o princípio até hoje em dia.

 

Discus comunidades do Rio Xingu

 

ch5-10_port.jpg

 

ORDEM AGORA

ORDER NOW

 
 
CAPÍTULO ÚNICO
Single chapter 

 

Prefácio por Heiko Bleher e Hans J. Mayland (gratuito)

 Agradecimentos (gratuito)

 Acarás-disco – uma introdução (gratuito)

Guia do livro (gratuito)

Capítulo 1: A história dos acarás-disco – pp 26-107 (Euro 10,00)

Primeira descoberta – O segundo acará-disco – Descobertas no século 20

Capítulo 2: A taxonomia dos acarás-disco – pp 108-309 (Euro 7,50)

Trabalho de Heckel – Descrição de Pellegrin – Revisão de Schultz     – Sinônimos de Kullander – Comentários taxônomicos de Jacques Géry & Heiko Bleher    

Capítulo 3: Distribuição – pp. 140-161 (Euro 5,00)

A distribuição dos acarás-disco – Distribuição das variações de cores dos disco – Mapas das regiões de acarás-disco (mapas 1-8)

Capítulo 4: Variações de acarás-disco na natureza – pp. 162-213 (Euro 10,00)

O disco Heckel (Symphysodon discus) – O disco verde (Symphysodon aequifasciatus) – Disco marrom e o disco azul (Symphysodon haraldi)

Capítulo 5: Hábitat natural dos acarás-disco e como coletar – pp. 214-509 (Euro 27,50)

Hábitat, incluindo diferentes tipos de água, parâmetros químicos e temperaturas

1. Belém e áreas próximas; rio Tocantins; ilha de Marajó e Jari; rio Xingú

2. Rio Paru rumo a Santarém; região de Santarém-Tapajós; região de Alenquer; Óbidos e áreas próximas

3. Região de Oriximiná e Trombetas; região do rio Nhamundá; região de Parintins; rio Uatumã; rio Urubu

4. Região de Maués e rio Abacaxís; região do rio Madeira; região de Manacapuru

5. Região do rio Negro; região do rio Branco

6. Região do Purus; região de Tapauá

7. Região de Coari; região de Tefé; rio Japurá; região do rio Juruá

8. Rio Jutaí; Tonantins e rio Içá; São Paulo de Olicença; região de Tabatinga-Benjamin Constant; Leticia-Putumayo (Colômbia e Peru); região de Nanay (Peru)

Tipos de água, parâmetros químicos e temperaturas – um resumo     

Nutrição dos acarás-disco selvagens: Detritos; Materiais vegetais (flores, frutas, sementes, folhas); Algas e microalgas; Invertebrados aquáticos; Artrópodes terrestres e arbóreos; Um resumo da dieta dos acarás-disco selvagens;

Comunidade de acarás-disco – espécies simpátricas e predadores;

Coletando

Glossário (gratuito)

Referências (gratuito)

Índice (gratuito)

Créditos das fotos (gratuito)

Sobre o autor (gratuito)

This post is also available in: English Italian German French Spanish

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.